quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

O grito

Quisera eu dizer palavras tolas,
Gritar aos quatros cantos do mundo,
Chorar pelomenos uma vez sem razão alguma.

Tirar do nada um sorriso bobo,
Receber um abraço de criança.
Ver beleza no que há de mais feio na vida.

Quisera eu sentar a beira de um penhasco,
E sozinho contemplar um céu estrelado,
De lua cheia até o amanhecer.

E sentir calafrios de emoção ao
Avistar no horizonte o caminho da
Alegria e espantar a solidão.

Há! Eu daria tudo que tenho pra,
Na hora de deitar, suspirar bem,
Fundo e dizer!!!!!!!

É! Realmente valeu a pena!

E sem damagogia, eu queria sorrir,
E gritar bem alto, prá que o mundo,
Me pudesse ouvir.

PELOMENOS UMA VEZ,
FUI FELIZ ESTE DIA!!!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário