quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

O grito

Quisera eu dizer palavras tolas,
Gritar aos quatros cantos do mundo,
Chorar pelomenos uma vez sem razão alguma.

Tirar do nada um sorriso bobo,
Receber um abraço de criança.
Ver beleza no que há de mais feio na vida.

Quisera eu sentar a beira de um penhasco,
E sozinho contemplar um céu estrelado,
De lua cheia até o amanhecer.

E sentir calafrios de emoção ao
Avistar no horizonte o caminho da
Alegria e espantar a solidão.

Há! Eu daria tudo que tenho pra,
Na hora de deitar, suspirar bem,
Fundo e dizer!!!!!!!

É! Realmente valeu a pena!

E sem damagogia, eu queria sorrir,
E gritar bem alto, prá que o mundo,
Me pudesse ouvir.

PELOMENOS UMA VEZ,
FUI FELIZ ESTE DIA!!!!!!!!

domingo, 18 de dezembro de 2011

A beira do nada!

Sentei-me a beira do nada.
Minha vida passou como fumaça.
E a brisa soprou suavemente sobre minha pele.
Como pedradas atingiu minha carne.

Senti o frescor do sereno que suavemente,
Jorrava como sangue, em meu corpo.
E ali permaneci contemplado,
Toda minha felicidade.

E um lindo sorriso veio
Em minha mente.
E traiçoeiramente,
Esmurrou minha face.

Senti um abraço, que suavemente
Envolvia todo meu corpo.
Como faca penetrou-me, no peito.

Senteime a beira do nada.
Minha vida é como fumaça.
Das lembranças não guardo nada.
Olho pro futuro, e não enxergo nada.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

S2 calejado!

Bate em meu peito um coração,
Calejado, deformado pela dor!
+ do alto veio à brisa,
O alento do meu salvador!

Pois se ontem eram trevas!
Hj a luz me alcançou!
Veio Cristo com seu manto,
Sobre mim, ele lançou!

Todas trevas q me prendiam,
Desta cela, me libertou!
Pois se ontem eram lágrimas,
Hj sorrindo livre estou!

Vou seguindo meu caminho!
Porque Jesus Cristo me libertou!
Para honra e a gloria,
D nosso Deus, o criador!
Pelo sangue d Jesus Cristo,
Hj remido estou!

Vou clamando em alta vos!
Livra-me d mim mesmo!
Ó meu Deus, meu salvador!

domingo, 27 de novembro de 2011

Flor de Lotos

Hááááá flor d lotos!!
+ que sensação é esta que inunda todo meu ser,
Em 1 alegria 100 fim?
+ que desejo é este,
Que me consome até a alma?

Que quanto + preso nele me cinto.
+ livre me torno!
Os teus braços e abraços são, é!
A prisão perpetua de minha liberdade.

Háááá, flor d lotos!!

Vem incendiar a candeia d minha alma fria!
Venha derreter com o maçarico do amor...
Esta pedra d gelo q há em meu peito.
Q seja eu, teu eterno aluno...!
E vc para sempre meu professor!

Vem flor d lotos, vem!
Vem e me ensine a arte do amor, amar, e como amar!
Háááá´, flor d lotos!!
Vem pra mim, vem! Vem?

domingo, 13 de novembro de 2011

Paz no vale

Haverá paz no vale.
Lá onde o sol e a lua,
Lado, a lado,
Lutam contra as trevas.

Onde os pássaros nunca
Cessam de cantar.
Onde as águas são limpas,
E as flores nunca morrem.

Onde os animais selvagens,
Andam lado, a lado, com os homens.
E a alma, repousa em meio a pastos verdejantes,
E águas cristalinas.

Haverá paz no vale!!!!
Alem do rio azul,
Ali não à tristeza,
Ali não há, de ter dor!!!

Podes tu!!!!!!!
Tristeza e dor!
Nunca mais!
Nunca mais!!!
15/10/06

sábado, 5 de novembro de 2011

antologia do adeus!

Perdoe-me, se com a dor futura
Esqueço a presente ilusão!
Inerte permaneço a comtemplar,
O brilho de um novo dia, que ainda não veio.

Mas no alge de minha + louca, loucura.
Tento eu!
Escrever-vos algo, em que possas entender.
Abro meu peito, rasgo minha alma, dilacero este pobre S2!

Já que nada tenho há lhe oferecer!
+ o pouco que tenho,Já é seu!
te dou com muito prazer.

Uma simples amizade!
Porem cinsera!
Minhas qualidades, desconheço!
Na realidade, sou imperfeito d+,
Para ver em mim, alguma virtude.

Evito de falar que gosto de sicrano ou beltrano.
+ procuro ao maximo, com o meu impossível, d demonstrar
A importancia que cada individuo tem para minha vida!

Sendo assim! Tento atravéz desta, minimizar
O impácto negativo em que a minha pessoa,
Deichou a vossa pessoa!

Sou literalmente louco d+ para ser visto,
E muito menos tido como normal!
+ é normal, em que no alge de minha loucura,
Vcs me achem anormal!

Cada segundo que passei com vcs, valeram a pena!
+ 1 coisa é certa!
Se vcs tivessem noção,
do real valor que sua amizade tem para mim !
talvez assim vcs entenderiam o porquê,
dos meus gestos para contigo!
Hoje sinto inda + sua falta!

Com imenso carinho,
D 1 simples amiguinho!
Aquele terno abraço!

domingo, 23 de outubro de 2011

+ q sensação é esta!

affff, q direi eu, neste momento! calar-me ia diante d tal sentimento?! 100 duvidas, poderia.
+ este peito grita,assim como os amigos d jÓ, tentavam argumentar, diante d tal sofrimento! eles pregavam o arrependimento a JÓ! Porem eles julgaram, e condenaram a Jó sendo ele inocente.
nossos dias são como os d Jó, dias maus,dias d perda, frustração, angustia e dor! dias d provações.

deixamos q o exterior contamine o interior. passamos a viver d sensação, para anestesiar o nosso vasil existencial! massageamos nossos egos, com filosofia vãs, achamos, pensamos, nos entregamos fácil d+, as coisas pequenas da vida. coisas 100 sentido!

se d dia nós massageamos nossos egos,com a corrupção mundana, com coisas 100 valores! pois tais coisas batem de frente com nosso verdadeiro eu, nossa essência, vamos contra nossos próprios limites, nossos princípios. nosso ser interior. + d noite, dá 1 reverterio lascado! condenados estamos por nossa consiencia!

isso gera a tal degradação humana. nós, seres humanos. ficamos literalmente desumanos.
pq nos tratam feito animais! não vêem q temos sentimentos, somos frágeis! isso nos mata como pessoa, cidadão, como ser humano!
vemos q tudo a nossa volta é uma mera fantasia!
q nosso mundo é 1 circo! cujo a platéia é todos a nossa volta. já nós! rsrsrsr, nós somos o palhaço! somos usados o tempo todo!e quando nós nos acordamos, com 1 eletrizante, pavoroso choque da vida. vemos q nada do q pensávamos, q diziam, as pessoas, todas elas fingiam.
é isso q nos provoca, é a causa deste poço 100 fundo em nosso peito!
nos abate! nos leva ao chão.
+ tudo isso, é pra vc ver quem é DEUS!
e pra vc conhecer quem é quem a sua volta!
e +! pra vc se conhecer inda +! praticar o alto controle, paciência.
e diante d tanto sofrer!
vc poder dar + amor aos q t cercam! mesmo q por falsidade! pq se todos são falsos!
vc! rsrsrsrsr vc é puro e simplesmente, verdadeira! quer seja diante dos homens, quer seja diante d DEUS!

confesso-te, q não sei o pq escrevi, outra x tal coisa! + já q escrevi! lhe deixarei! se faz centido ou não! só vc poderá dizer!
bjos

domingo, 16 de outubro de 2011

penas 1 devaneio

Não sei o q, nem pq escreverei tais coisas,
+ sou assim, como vem, vai!

Sonhos?
Q sonhos!
Dom-tonti sonhos.
Ontem pesadelo.
Hj ressaca dum triste devaneio!


Nasci, cresci.
Eu já morri!
+ aos pouquinhos Deus endireita minhas veredas tortas.

Eu sempre disse!
Prefiro 1 amigo, q 1000 colegas!
Por minha família mato! + tbm morro.

Isso digo por mim!

Edifiquei meus sonhos,
Sob 4 pilares.
1 família.
2 amigos.
3 trabalho.
4 honra e dignidade!

No fritar dos ovos, oq me resta?!
Infelizmente nada!

Pois a vida num só golpe me tirou os 4!

Hj só me resta matar o velho eu.
Pra q possa prosseguir 100 choros,
100 depressão, 100 sonhos!

Porem, com objetivos sólidos,
Dum futuro vindouro.
Pois nasceu em mim,
2 coisas q eu não tinha!

FÈ em DEUS, objetivo na VIDA!

sábado, 1 de outubro de 2011

Sou como, o bambu...


Envergo, + ñ quebro...
Sofro, + ñ choro...
Choro, + ñ morro...

Amo, + ñ me apaixono...
Ñ posso evitar a paixão,
+ com certeza posso vencê-la...

Sou fiel...
E jamais vou contra meus princípios,
Nem q para isso, eu morra!

Sou religioso...
Nesta vida me empenho,
De corpo e alma,
Em 3 coisas!!
Para adquirir a 4...

1 conhecimento...
2 discernimento...
3 sabedoria...
Para com as 3 juntas...
Adquirir a 4, a experiência...

ñ tenho medo d nada nesta vida...
posso topar com o capeta d frente,
tremo! + ñ corro.

Eu deixo as pessoas livres, pra fazerem
O mal q quiser d mim...
Assim, posso ver a verdadeira face d cada 1...
E crescer como homem, e ser humano...

1 coisa eu tenho nojo, a 2 eu abomino...
1 olhar para uma mulher, e enxergar apenas uma mulher...
2 o dinheiro...

Pq nestas 2 coisas,
Estão o coração do homem,
A raiz de todo mal.

Na verdade sou simples, e d fácil compreensão...
Se vc vê o mundo d uma forma!
Com toda certeza, eu enxergo
Outro completamente diferente...

É por isso q t digo!
Vc q é um louco?
+ q normal, Serei eu?

sábado, 24 de setembro de 2011

novo! renovo.

renova-me em ti, a ânsia d vida em mim, q há em ti!
q meus olhos contemplem em ti, toda vitalidade q não existe em mim.

ainda q inerte na vida...
luto por algo desconhecido.
já nem sei + oq quero! Espero.

pois q direi?
se me alegro na tristeza.
e me entristeço na alegria.

se minhas vitórias estão nas derrotas.
e minhas derrotas nas vitórias!

se me reputam louco!
pois o sentido q sinto, não fáz sentido.

se derrotado luto!
vitorioso, inerte cruzo os braços.
maldito sou, por não ver beleza na matéria.

Há, vida cruel! mundo tirano.
quisera eu. alegrar-me ia na matéria, poupar, tocar, pegar, segurar, agarrar-te ia, como os normais!

homem seria d carne!
Saciar-me-ia no palpável, pois enxergaria o verdadeiro sentido da vida, na matéria! no físico.

+ me torno louco, ao não ver sentido no palpável... + procuro sentido das coisas palpáveis!
Eis-me aqui, morto em pleno vigor.

Miserável homem q sou!
Quem me livrará desta morte?

domingo, 11 de setembro de 2011

Pare e pense

Pare, pense, faça tudo diferente.
Veja como a vida funciona.
Nunca desista de lutar.

Jamais fique preso ao passado
Pois o que passou, passou,
Não volta mais.

Viva o presente, relembre o passado,
E lute por um futuro.
Aprenda com os erros,
E guarde os acertos.

Faça tudo que tenha vontade,
Pois só há uma vida.
Seja honesto, consigo mesmo.

Pois quem vive de sonhos,
Apenas sonha, e quando acorda,
Vê, que a vida passou, e sonhando,
Sonhando, apenas sonhou.

E agora sua realidade,
É a mais triste desiluzão.

sábado, 13 de agosto de 2011

LÁGRIMAS EM RISOS!

Há tanto tempo sofro por dentro.
Por mais que eu ria.
Eu choro por dentro.


Nesta alma vazia, procurei alegria.
Dos sorrisos, recebi ironia.
Todos os dias eu grito por dentro.
Peço a Deus que me sopre ao vento.

Corro ao mundo a procura de um
Olhar quente como um abraço,
Belo como um sorriso.
E aconchegante como um carinho.

Nunca sonhei e nem esperei,
Que a vida, e nem que ninguém.
Me dissesse um dia ,
Você é alguém!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Por mais que eu ria.
A vida, só me traz agonia.
Pra mim tanto faz!!!

Por mais que eu chore,
Eu rio bem mais.

domingo, 24 de julho de 2011

SER FELIZ, É!

Tirar do nada um sorriso,
É cantar quando se está triste.
É perdoar a mais pesada ofensa.

É olhar para seu prossimo,
Dar um sorriso, e dizer! Como vai?
É estar no seu pior dia,
E ligar prá alguém, e dizer. Tudo bem?

É sentir-se só, e não sentir solidão.
É ouvir os problemas sem julgá-los,
E dizer!
Vai amigo, corre atras dos seus sonhos.

É cantar, sorrir, chorar,
Pular, dançar, correr.

E parar, respirar bem fundo,
E ser grato, pelas pequenas gentilezas.
E não, pelas promessas de ilusão,
De uma grande paixão.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

DON JUAN, D-LÁ-MARCA, O COMEDOR!

afff, maria mamãe d DEUS!
bão! q direi eu diante d tamanha, complecsidade?!rsrS
vcs não preceberam, q o verdadeiro dão ruão, é aquele q fala a mesma coisa pra mulheres diferents?!rsrsrs

isso, pq no mundo da conquista. ou seja! (SEDUÇÂO!) se nós quiser-mos levar alguma mulher para a cama! deveremos entrar d cabeça em seus dominios! então é o seguinte!
Nós temos tal convicção,
a plena certeza! q as mesmas palavras ditas a varias mulheres difentes, no momento certo! tem 1 objeto em comum! leva-las para a cama, q na realidade nus premia cum 1 bão sexo!
o verdadeiro sentido do dom ruam... o dom ruam é o homem comedor! aquele q come e chuta! para ele mulher é sempre vista como uma transa impotêncial! o objetivo é sempre o mesmo, a cama! vcs reclamam! reclamam! e + reclamam! e sepre cedem aos dons ruans da vida!








rsrs + venhamos e convenhamos! imaginem só vcs! o dia em q nós homens falar-mos a verdade, e sermos totalmente sinceros, com vcs mulheres!rsrsrs nunca + conquistaremos ninguém! pq as mulheres não querem, nem estão preparadas para ouvir a verdade, a realidade nua e crua, é cruel!
vcs são inludida por suas proprias ilusões!
nunca vi uma mulher falar, q o companheiro foi totalmente sincero com elas! sempre as conquistam a base d mentiras! fingem q são oq nao são! q tem oq nunca, nem jamais terá! + quando vcs enxergam, o verdadeiro trambiquero, sapasso, fantasiados d príncipes, ai já é tarde d+! vcs não conseguem sai desta enrascada!! rsrsrs

na realidade, os tais homens, os q agem, pensam
diferentes... aquele q as mulheres vivem falando! vcs não querem! rsrsrs então mulherada! chorem nos braços dos dons ruans!
a realidade é nua, crua! é cruél d+!
no mundo contemporaneo, tanto nós, homens! quanto vcs, mulheres, não queremos amar nem ser-mos amados! só queremos 1 coisa! sexo, + sexo, e + sexo! até q a velhice chegue, e ela nus traz a depressão! por estar-mos a sós no mundão d DEUS dará! por não seber-mos o verdadeiro sentido da palavra, amor!

perdão pelas palavras deste louco, desgarrado!
+ fui sincero, tá!
bjos!
+ 1 x! perdoe-me, por tudo ! bjos

terça-feira, 5 de julho de 2011

+ 1 devaneio

affff, maria mamãe d DEUS!
+q, k direi eu?!


perdoe-me, se com a dor futura esqueço a presente ilusão!
+ aq, neste peito, bate 1 S2 calejado, deformado pela dor!

ergo os meus olhos, e nada vejo, alem dum lindo dia nublado.
contemplando fico d olhos fechados,
as belezas q há na vida.

onde me vem há memória risos mortos, finado, dum passado remoto, defunto velado, execrado cepultado no cemiterio da vida.

ainda sim, pulsa em meu pulso 1 vestigio d vida.
apesar de toda deformidade...! das cicatrizes, calos, bate fortemente, 1 S2 neste peito...

correm nestas veias sangue
vermelho, 100 sonhos.
porem ferventes!

e os meus olhos facinados contemplam, oq as mãos jamais poderão tocar!

descalso, porem firme.
meus pés vacilam no teatro vida!

como a lingua dum vampiro sedento por sangue fresco!
permanesse minha lingua, grudada no céu da boca seca!

ainda sim ao avistar 1 vestigio d alegria...
escorrem lágrimas de crocrodilos, destes olhos meus, ao saborear os doces, amargos, degustados pela vida!

perdoe-me por + este devaneio louco, deste louco!
bjos

sábado, 2 de julho de 2011

LEI, MARIA DA PENHA!

Se me permite! Darei agora minha opinião sobre a lei, Maria da penha. q pra mim deveria se chamar. Maria da Pena, d dó mesmo! Não só desta lei! + d todo o nosso código penal! Fala cério né! É uma vergonha! Nosso código penal, e nosso poder judiciário, é para inglês ver! Na teoria existe! + na pratica jamais funcionou!
Isso porque, nosso código penal, na grande realidade foi feito pra beneficiar os infratores. (Jamais as vitimas)! Isso na pratica leva essas coitadas, espancadas pelos companheiros, a não denunciarem, não por medo! + pq tem certeza d q nada vai acontecer com os agressores! Isso encoraja os companheiros a usarem d + brutalidade!!


se levar-mos em conta os assassinos d hj em dia! na grande maioria eram, se ouvelsse justiça!os assassinos já eram pra estrem numa prisão a muito tempo!
então por verem q a justiça não é logo feita!
os filhos dos homem, multiplicam, triplicam, suas perversidades!
(visto q a impunidade, gera violencia)!

NA MINHA OPINIÃO! A VERDADEIRA JUSTIÇA, É A LEI D MOISÉS! (OLHO POR OLHO)! (DENTE POR DENTE)!
QUEM MATAR, MORRE! ESTA É A VERDADEIRA JUSTIÇA! tirando isso! o resto é verdadeiramente uma injustiça! pq o homem só teme a morte; nada +!

se verdadeiramente ouvesse justiça no brasil!
seriam evitados pelomenos 70% dos assassinatos, q ocorrem hj em dia! pois + ou - dos assassinos são reincidentes, com prossessos em andamentos ou, julgados e até mesmo condenados! porem na pratica estão + livres q nós!
+ 1 x! perdoeme pelo devaneio deste louco!

sábado, 11 de junho de 2011

nostalgia


O que rola!!
É a incerteza destas horas.
São tristezas que se formam,
E que nunca vão embora.

São os dias que não passam.
É as horas que nus marcam,
Angustia que nus fere.
É a tristeza que nus mata.

São lagrimas que rolam,
Que afogam nossas almas,
Em angustia, pavor,
Ódio e amor.

São nostalgias, angustias,
De amor.
Que nus mostra com pavor.

Nossos erros,
É nosso amor.

sábado, 4 de junho de 2011

Prisão

Preso estou nesta liberdade.
A alma anseia tranqüilidade.
E o corpo satisfação.

E por mais que satisfaça o corpo,
Prá alma, só desilusão.
Esta liberdade sem sentido.

É este mundo tão sem razão.
Que procura guarita pro corpo.
E alegria para o coração.

Esta prisão que tormenta.
É esta vida, tão sem razão.
Esta liberdade que me prende.

É este peito, esta alma,
É este coração.
Que só restou pela vida,
A dor, a desilusão.

domingo, 1 de maio de 2011

+ 1 devaneio


affffff, maria mamãe d DEUS!!!
+ q, q direi, eu? ante tal verdade!
mui embora eu num consiga esprimir em palavras tortas, meus pensamentos retos....
eu escrevo reto, meus pensamentos tortos.
se em meu corpo torto, reto sou!
em minha conduta doidura... louco sou.
só me resta nos doidos devanios + loucos...
tudo num passa, d desabafo, d 1 pobre doido.
assim sou eu!
apenas 1 louco se fazendo d normal.

moral!
tudo q escrevo... digo... logo faço...
num passam d atos dezesperados d 1 louco fugitivo, doido fugindo do mundo!
pois na loucura escrevo a realidade da vida.
já no estado normal...
é normal q não compreenda o cistema da vida!

affffffffff...!!!
perdoe-me, por + este devaneio louco.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

ANGUSTIA


Angústia, movem
Lágrimas que rolam.
Sonhos desfeitos,
Com apenas o passado.

Alegrias esquecidas.
De desejos contidos.
Remorsos que marcam,
As angústias que há na vida.

Mente tirana,
É a alma ferida.
De um peito vazio,
É uma vida sem sentido.

É tudo tão louco.
O que é bom, nunca dura,
Sempre é tão pouco.

Felicidade de louco,
É esperar dos outros.
O carinho, que nunca
Temos, pelos outros.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

procura-se


Caminhei entre os rochedos,
E labirintos de espinhos...
Sorvi cada gota do
Mais puro e cristalino ódio!!!

Fui ao abismo, desesperado, lá gritei...
O abismo disse; não esta aqui!!!!
Fui a alto mar, e lá triste perguntei...
E o mar me disse; eu não estou com ela!!!!

Perguntei as estrelas,
Que sorrindo me disse;
Daqui não avistei...

Fui ao extremo pólo,
E lá chorando indaguei...

Caminhei pelas estradas,
Subi em altos montes,
Mergulhei em águas profundas...
Te cacei e não te achei!!!!

FELICIDADE, ONDE FOI QUE NÃO TE PROCUREI!!!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Luta 100 ideais


Hoje sou quem não sou,
Faço o que não tenho vontade,
Luto sem ideais.

Faço o que não gosto,
Tenho o que não quero,
E gosto de quem não gosto.

Como sem vontade,
Ando por andar,
Respiro por respirar,
Faço por fazer,
Eu vivo por viver.

Penso pra fazer tudo,
E faço sem pensar em nada.
Choro quando estou rindo,
E rio quando estou chorando.

Sofro cantando,
E canto chorando.
Sinto solidão no meio de uma festa,
E quando estou só, só não sinto solidão.

Hoje eu sou tudo,
Mais nada é que sou hoje.
Hoje vivo sei que estou morto,
Mais morrendo sei, que estou vivo hoje.