terça-feira, 3 de agosto de 2010

O TEMPO NÃO PARA


Se um dia o
Tempo passar.
Se lá na frente,
Olhares para trás.

E nada enxergar.
É porque não viveu,
Como deveria.

Ficaste parado, olhando o tempo.
E o tempo passou.
Como pedra, ficaste na vida.

Apenas viveu o necessário.
O bastante prá si alimentar,
O necessário para respirar.

Não tiveste animo,
Não sorriu, nem chorou.
Sem motivos prá sonhar.

Só viveu de boca aberta,
Esquecendo de lutar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário